Etiqueta: Vigararia de Elvas

29 Fev 2024

2 e 9 de março: Encontros Presenciais de Catequistas em Elvas e Montemor-o-Novo

O Departamento da Catequese da Infância e Adolescência da Arquidiocese de Évora continua a realizar de forma descentralizada pelo território diocesano Encontros Presenciais de Catequistas.

Em plena Quaresma, no dia 2 de Março, sábado, entre as 9h e as 16h, o Encontro Presencial de Catequistas acontece na Igreja de Santa Luzia em Elvas.

Já no dia 9 de Março, sábado, será a Igreja de São Mateus, em Montemor-o-Novo, que acolherá novo Encontro Presencial de Catequistas.

28 Fev 2024

Reunião histórica entre as Províncias Eclesiásticas de Évora e Mérida-Badajoz (Espanha)

No dia 27 de Fevereiro, na igreja de Santa Luzia, em Elvas, decorreu, pela primeira vez na história, um Encontro entre as Províncias Eclesiásticas de Évora e de Mérida-Badajoz, com o objetivo de conhecimento mútuo e a possibilidade de estabelecer espaços de ajuda mútua e trabalho em comum. Este Encontro, realizado por iniciativa dos dois Arcebispos Metropolitas, inspirou-se nas já tradicionais reuniões anuais entre as Províncias Eclesiásticas de Braga e de Santiago de Compostela.

O Encontro contou com a participação por parte da Província Eclesiástica de Évora: D. Francisco Senra Coelho, Arcebispo de Évora; D. João Marcos, Bispo de Beja; e D. Manuel Quintas, Bispo do Algarve. Da Província Eclesiástica de Mérida-Badajoz participaram: D. Celso Morga Iruzubieta, Arcebispo de Mérida-Badajoz; D. José Rodríguez Carballo, Arcebispo Coadjutor de Mérida-Badajoz com futura sucessão; D. Jesús Pulido Arriero, Bispo de Coria-Cáceres; os Vigários Gerais de Mérida-Badajoz, Coria-Cáceres e Plasencia e o Ecónomo de Plasencia, sendo que D. Ernesto Brotóns Tena, Bispo de Plasencia, não pode participar por estar convalescente.

O Encontro começou com um momento de oração na igreja de Santa Luzia, onde a comitiva foi acolhida pelo Pároco, P. Ricardo Lameira.

Depois, os trabalhos contaram com a partilha de cada Prelado que apresentou a realidade da respectiva Diocese no âmbito Pastoral e Social, tendo sido também tratada a Pastoral Vocacional. Foi ainda abordada a possibilidade de futuramente surgirem programas e projectos a nível espiritual, religioso e patrimonial de âmbito transfronteiriço entre as duas Províncias Eclesiásticas.

O Encontro terminou com um almoço-convívio, em clima de fraternidade, na Quinta de São João, onde a comitiva foi recebida pelo P. Nuno, responsável pela Comunidade Mater Dei, que ali reside.

O segundo Encontro das Províncias Eclesiásticas de Évora e de Mérida-Badajoz está agendado para o dia 6 de Maio de 2025, a realizar-se na cidade de Mérida (Espanha).

 

22 Fev 2024

MTA-Centro de Elvas: Peregrinando por Santuários de Portugal (com fotos)

Todos os anos, por alturas do carnaval, o MTA-Centro de Elvas peregrina por santuários da Europa. Depois do êxito do ano passado em que decidimos caminhar por roteiros de místicos em Espanha, Toledo, Santa Beatriz da Silva, Segóvia, S. João da Cruz e Ávila, S. Teresa de Jesus, decidimos este ano rezar em locais portugueses que nos oferecem alguma espiritualidade. Cerca de 40 peregrinos da Família Teresiana de Elvas, assistidos espiritualmente pelo Padre Moisés Janela e pela Irmã Maria de Fátima Magalhães rezamos, refletimos e partilhamos a vida nestes locais de Oração:

1 – O primeiro local que visitamos foi o Santuário do Menino Jesus de Praga, em Avessadas, Marco de Canaveses. Fomos recebidos pelo Padre André, Padre Carmelita Descalço, que nos explicou toda a história deste santuário e da Imagem do Menino Jesus de Praga que lhe deu o nome. Embora esta imagem esteja relacionada com a da cidade de Praga, na República Checa, a devoção ao Menino Jesus chega-nos por Santa Teresa de Ávila que nas suas fundações levava sempre consigo uma imagem do Menino Jesus e incutia em todas as suas filhas à devoção ao Menino Jesus, “fonte de Amor e de ternura”.

No Santuário fizemos um pouco de silêncio e colocamos aos pés do Menino as nossas intenções pessoais e as de toda a Igreja pedindo sobretudo o dom da Paz para o mundo. Visitamos os jardins e a Quinta do Convento onde através de símbolos indicados no LIVRO DA VIDA de S. Teresa podemos compreender e refltir sobre os quatro graus de oração indicados pela Santa. Depois de um tempo de convívio com a Comunidade dos padres Carmelitas partimos para Ofir-Esposende para no dia seguinte seguir para outro local de peregrinação muito significativo atualmente.

2 – Balasar- Terra da Beata Alexandrina Maria da Costa

Outro local de Peregrinação, que visitamos e para o grupo de peregridos, totalmente desconhecido, foi a casa e paróquia da Beata Alexandrina, em Balazar, Póvoa de Varzim. Muito bem acolhidos por uma jovem leiga e por uma religiosa ouvimos toda a história de vida desta jovem que não nos deixou indiferentes e que depressa percebemos de que tudo o que nela aconteceu teve a mão do infinito Amor de Deus. Aos 14 anos para preservar a sua virgindade ameaçada, não hesitou em saltar por uma janela de quatro metros de altura e as consequeências foram muito graves, tendo Alexandrina lentamente perdido o andar até que ficou definitivamente paralítica aos 21 anos e assim permaneceu durante 30 anos até que faleceu aos 51 anos. Até 1928 não deixou de pedir a Deus, por intercessão de Nossa Senhora, a graça da cura, prometendo que se sarasse partiria para as missões. Depois, compreendeu que a sua vocação era o sofrimento. Abraçou-a prontamente. De tudo o que nos foi dito sobre Alexandrina chamou-nos a atenção os fenómenos místicos que Deus lhe concedeu: Participar na Paixão de Cristo, experimentando no seu corpo às sextas-feiras as dores que Jesus sentiu no caminho da Via Sacra até ao Calvário e Jejum total, sem comer nem beber durante 13 anos, alimentando-se apenas da Eucaristia. O seu amor a Jesus Eucarístico é tão profundo e tão intenso que a leva a exclamar: “Jesus, Ele é um prisioneiro no Tabernáculo e eu estou em minha cama por Tua vontade. Faremo-nos companhia os dois.” (Beata Alexandrina Maria da Costa)

Também pediu que, depois de partir para o Céu, o seu corpo ficasse colocado num local voltado para o sacrário para desde o Céu continuar a ver Jesus sacramentado no sacrário da terra. Visitando o seu túmulo numa capela ao lado da Igreja paroquial foi nos dito que era nessa posição que ela se encontrava. No seu túmulo, em forma de livro, está escrita esta mensagem: “Quanto mais Me honrardes, mais Eu vos favorecei”.

O que trouxemos de Balasar?
– A certeza de que o sofrimento é redentor e que unido ao de Cristo na cruz pode contribuir para a salvação do mundo. Quem aceita a própria dor com paciência e amor, sempre com “os olhos postos em Jesus” é missionário da misericórdia de Deus junto dos pecadores.
– A Eucaristia é alimento para o caminho e fonte que sacia a nossa sede ao caminhar. Quem vive da Eucaristia encontra Luz e fortaleza para caminhar servindo e amando repartindo o pão da própria vida para que “Outros tenham vida e a tenham em abundância”.

Neste ano de 2024 em que o nosso plano pastoral nos convida a “Reconstruir a Comunidade a partir da Eucaristia” com o compromisso de leigos e das novas gerações”, ter estado em Balasar na casa da Beata Alexandrina, participar na Eucaristia Dominical da Comunidade, visitar e rezar junto do seu túmulo, conhecer a sua história de sofrimento redentor e de profundo AMOR à EUCARISTIA, foi, para nós peregrinos de Balasar, uma bênção que nos fez voltar com um compromisso maior de participação na Eucaristia e na adoração a Jesus Sacramentado. Por isso, junto ao seu túmulo rezamos: “Beata Alexandrina grande devota de Eucaristia, e que te soubeste alimentar e viver apenas de Jesus, ajudai-nos a não perder a fé neste sacramento e amá-lo com todas as nossas forças assim como tu fizeste. Que a Eucaristia seja o sentido da nossa vida. Amém.”

3 – Santuário do Coração de Jesus no Monte de Santa Luzia em Viana do Castelo

Neste Santuário tivemos um tempo de oração silenciosa para colocar no Coração de Jesus as nossas intenções particulares e também a oração comunitária de Laudes da liturgia das horas. O nevoeiro e a chuva não nos deixaram ver a beleza natural da paisagem, mas a oração dissipou as nuvens interiores da nossa alma e fez-nos voltar com mais alegria e esperança para a nossa realidade alentejana

4 – Uma peregrinação ao ritmo da Fé, da Cultura e da Solidariedade

Para além de visitarmos e rezarmos nestes 3 santuários, a peregrinação foi ainda uma grande oportunidade de enriquecimento fraterno pelo convívio entre todos, e enriquecimento relacional pela partilha de saberes e histórias de vida. Foi ainda enriquecimento cultural pois visitamos lugares de muita história e beleza natural como a Catedral de Tui e Monte de S. Tecla em Espanha, as lindas cidades de Valência, Viana do Castelo, Barcelos, Esposende, etc.
No final da Viagem todos estávamos felizes e todos tínhamos motivos e razões para agradecermos e pensarmos em nova viagem para novo enriquecimento espiritual, cultural e fraterno.

Maria de Fátima Magalhães stj

 

24 Jan 2024

Benavila celebrou o Padroeiro no Domingo da Palavra

No passado Domingo, dia 21 de janeiro, pelas 12h, o Arcebispo de Évora celebrou, com a Comunidade Paroquial de Benavila, à qual se juntaram alguns idosos da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas – ERPI da Fundação Maria Madalena Godinho de Abreu, o santo Padroeiro da Comunidade, São Sebastião (Festa Litúrgica – 21 de janeiro).

O Prelado eborense valorizou assim o Domingo da Palavra, através da entronização solene da mesma, conduzida ao ambão por uma catequista e por vários acólitos.

À homilia, o Pastor arquidiocesano atualizou a Palavra salientando que o início da pregação de Jesus coincidiu com uma opção pelas periferias da Galileia, contrastando com a simbologia tradicional da cidade de Jerusalém, apresentada como o lugar central das profecias messiânicas. Jesus escolhe os mais simples, nas margens do lago de Tiberíades, como os pescadores André e Pedro, e João e Tiago, filhos de Zebedeu.

O Arcebispo recordou que a escolha dos mais simples e dos mais pobres é um dos sinais da autenticidade do Reino de Deus, por isso, Jesus pode proclamar: “o Reino de Deus já está no meio de vós”.

Em contexto de Oitavário de Oração pela Unidade dos Cristãos, o Arcebispo de Évora recordou que o amor exige verdade e este será o caminho necessário para a reconstrução da unidade dos cristãos.
Após a Eucaristia, concelebrada com o Pároco, P. Gaétan Salvador Youlli T Dama, o Arcebispo de Évora almoçou com os idosos, funcionários e membros do Conselho de Administração da Fundação Maria Madalena Godinho de Abreu.
Entre as 14h30 e as 16h30, participou ainda numa reunião com o Conselho de Administração, onde foram compartilhados com o Prelado diversos aspectos da vida da Instituição.
24 Jan 2024

O mártir São Sebastião: Barbacena celebra o seu Padroeiro (com fotos)

No passado dia 21 de janeiro, a comunidade de Barbacena celebrou o seu Padroeiro, o mártir São Sebastião.

Numa tarde de domingo ensolarado, as ruas voltaram-se a encher de fiéis residentes e de outros que vieram de outras terras para participarem na Eucaristia celebrada pelo Pároco, Pe. António Carlos, e seu colaborador o Diácono Joaquim Panaças.

Seguindo-se uma numerosa e piedosa Procissão pelas ruas da freguesia, animada pela Banda de Alegrete (Portalegre), além da oração do terço.

No final, à entrada da Igreja o Pároco agradeceu a presença de todos, mostrando-se imensamente satisfeito pela grande participação de um tão grande número de fiéis.

Como já é uma antiga tradição, os “Bolinhos de São Sebastião” não puderam faltar…

O pároco agradeceu durante a celebração, chamando ao altar todas aquelas que durante vários dias se disponibilizaram na produção de uma grande quantidade dos ditos bolinhos, rezando juntos com a comunidade o Pai Nosso, pedindo ao Senhor que nunca nos falte o verdadeiro Pão do Céu.

19 Jan 2024

20 de janeiro, entre as 10h e as 13h, em Vila Viçosa: Formação para Ministérios Litúrgicos

Neste dia 20 de janeiro, entre as 10h e as 13h, no Seminário de S. José, em Vila Viçosa, vai decorrer uma Formação para Ministérios Litúrgicos: Leitores, Ministros Extraordinários da Comunhão, Membros de Coros Paroquiais…

Esta Formação para Ministérios Litúrgicos tem como público-alvo os diocesanos da Zona Pastoral Leste da Arquidiocese – Vigararias de Elvas e de Vila Viçosa.

 

19 Jan 2024

Mosteiro de Campo Maior: Prelado eborense visita o Presépio artístico

No sábado, dia 13 de janeiro, pelas 16h00, o Arcebispo de Évora, D. Francisco José Senra Coelho celebrou a Oração de Vésperas no Mosteiro da Imaculada Conceição, em Campo Maior, com a Comunidade de Monjas Concepcionistas franciscanas.

Depois da celebração, o Prelado eborense visitou o Presépio Artístico patente na igreja do Mosteiro, até 2 de fevereiro, e que é fruto do trabalho da comunidade de clausura.

 

16 Jan 2024

14 de janeiro/Linhas de Elvas: Arcebispo de Évora reza pela paz (com homilia e fotos)

No domingo dia 14 de janeiro, pelas 18h, o Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho presidiu à Eucaristia dominical, na igreja de Nossa Senhora da Assunção, antiga Sé de Elvas, na qual se celebrou o Te Deum de Ação de Graças, por ocasião da vitória das Linhas de Elvas.

A Eucaristia contou com a animação litúrgica do Coro Beato Aleixo Delgado.

À homilia (ler na íntegra aqui) o Prelado eborense começou por sublinhar algumas propostas que as leituras da Eucaristia do II Domingo do Tempo Comum nos colocam. “O Senhor chama, convida, propõe e interpela cada Homem. O tempo de Deus é incontornável ao sentido da vida e à possibilidade da fraternidade. Responder Sim é a nossa possibilidade de plenitude”, referiu.

“Como João e André haveremos de testemunhar a beleza do nosso encontro com Deus, fazendo com que a nossa vida seja um todo coerente e aponte para Deus, pois a salvação atinge o Homem todo”, sublinhou, acrescentando ainda uma terceira proposta: “A comunidade dos crentes em Jesus Cristo deve ser cada vez mais, acolhedora e familiar, assente na simplicidade, verdade e transparência, tal como as pedras que se refugiam e fazem casa a todos os que procuram abrigo”.

O Prelado eborense disse também que “no acolhimento que o coração paterno e materno é para nós, poderemos encontrar a inspiração para vivermos em Igreja e sociedade, construindo Pátrias e Mátrias sempre atentos ao acolhimento no respeito e tolerância, essenciais à justiça e alicerces da Paz”.

Recordando a efeméride dos 365º aniversário da Batalha das Linhas de Elvas, que se assinalava neste domingo, 14 de janeiro, o Arcebispo de Évora referiu que “o sofrimento assumido pelas heroicas vítimas da peste, que no cerco da gloriosa cidade de Elvas, desde outubro de 1858, chegou a provocar 300 vítimas diárias; que o sangue dos 200 militares mortos do lado Português e dos 2500 do lado Castelhano, sejam alicerces da Paz em cada geração, nomeadamente nestes dias conturbados que vivemos, como recorda o Papa Francisco”.

“A guerra é a mais terrível das doenças sociais e as pessoas mais frágeis pagam-lhe o preço mais alto, “tratando-se” cada guerra de um autêntico atropelo ao Património da Humanidade, que é o direito de todos os povos à Paz”, sublinhou.

“Rezamos perante o sangue vertido nesta dolorosa experiência da batalha pelas Linhas de Elvas, pela Paz imediata na Terra de Jesus, na Ucrânia, no Sudão, em Moçambique (Cabo Delgado) e no Equador, onde na cidade de Quito está previsto o Congresso Eucarístico Internacional nos próximos dias 8 a 15 de setembro de 2024”, disse.

“Só a Paz no respeito à nacionalidade e dignidade de cada pessoa humana. Jamais o apoio à guerra pelo negócio das armas e por outros interesses ocultos e repletos de cinismo”, concluiu D. Francisco Senra Coelho.

21 Dez 2023

Assumar: Eucaristia e Festa de Natal do Centro de Recuperação de Menores e na ERPI

No dia 17 de dezembro, pelas 16h00, o Arcebispo de Évora, D. Francisco José Senra Coelho, presidiu à Eucaristia e participou na Festa de Natal do Centro de Recuperação de Menores, em Assumar.

Um dos momentos marcantes da celebração foi a homilia, na qual o Prelado eborense se sentou próximo do assembleia composta por utentes do Centro de Recuperação, Unidade de Saúde de referência na prestação de cuidados especializados em Psiquiatria e Saúde Mental, Deficiência Intelectual e Reabilitação Psicossocial, com respostas especializadas em ambulatório, internamento e reabilitação. Este Centro é gerido pelas Irmãs Hospitaleiras.

No mesmo dia e na mesma localidade, D. Francisco José Senra Coelho também presidiu à Eucaristia e participou na Festa de Natal na ERPI – Estrutura Residencial para Pessoas Idosas da Fundação Vaquinhas e Velez do Peso.

14 Dez 2023

Paróquia de Santa Luzia, em Elvas: Sacramento da Confirmação

 No dia 10 de dezembro, pelas 11h00, o Arcebispo de Évora presidiu à Eucaristia dominical, na qual ministrou o Sacramento da Confirmação a várias dezenas de jovens e adultos, na Paróquia de Santa Luzia, em Elvas.
No fim de semana em que o Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência e sua Família da Arquidiocese de Évora celebrou o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, na celebração na Paróquia de Santa Luzia, em Elvas, o Prelado eborense crismou um jovem com deficiência (na foto abaixo).