Categoria: Institutos Religiosos

29 Fev 2024

Visita Pastoral missionária a Santo Amaro (com fotos)

A Visita Pastoral misssionária 2024 já está a decorrer, sendo que de 18 a 25 de fevereiro, as Irmãs da Comunidade Sementes do Verbo realizaram a missão porta a porta, visita a doentes, visita a Instituições como o Lar e a Escola, e noites de oração na Igreja de Santo Amaro, no concelho de Sousel.

De 26 de fevereiro a 2 março, decorre o anúncio querigmático da Palavra de Deus pelo P. Tiago Carlos.

No dia 3 de março, às 18h, acontecerá a partida da Imagem Peregrinação de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa para Santo Amaro, onde será recebida pela Comunidade Cristã acompanhada pelo Senhor Arcebispo, e levada em procissão até à igreja Paroquial.

Nos dia 8, 9 e 10 Março, decorrerá a Visita Pastoral missionária do Senhor Arcebispo a Santo Amaro, encerrando-se com a celebração da Missa dominical, pelas 10h, no domingo, dia 10 de março.

 

Mensagem do Senhor Arcebispo: Visita Pastoral Missionária aos concelhos de Sousel e Borba

29 Fev 2024

Despedida e agradecimento às Irmãs Carmelitas Descalças ao Serviço dos Pobres

No domingo, dia 25 de fevereiro, pelas 11h30, o Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho, presidiu à Eucaristia dominical, na igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Évora, por ocasião da despedida e agradecimento às Irmãs Carmelitas Descalças ao Serviço dos Pobres, a trabalhar naquela Paróquia e que deixam a Arquidiocese, partindo para o Brasil por reduzido número de Irmãs.

27 Fev 2024

27 de fevereiro, às 21h15, na igreja do Espírito Santo: Catequese Quaresmal

Como é tradição de Évora, sob a presidência do Arcebispo de Évora, na terça-feira, dia 27 de fevereiro, às 21h15, na igreja do Espírito Santo, decorrerá a primeira Catequese Quaresmal.

“Eucaristia e Sinodalidade” será o tema apresentado pelo P. Miguel Gonçalves Ferreira, s.j.

 

 

22 Fev 2024

MTA-Centro de Elvas: Peregrinando por Santuários de Portugal (com fotos)

Todos os anos, por alturas do carnaval, o MTA-Centro de Elvas peregrina por santuários da Europa. Depois do êxito do ano passado em que decidimos caminhar por roteiros de místicos em Espanha, Toledo, Santa Beatriz da Silva, Segóvia, S. João da Cruz e Ávila, S. Teresa de Jesus, decidimos este ano rezar em locais portugueses que nos oferecem alguma espiritualidade. Cerca de 40 peregrinos da Família Teresiana de Elvas, assistidos espiritualmente pelo Padre Moisés Janela e pela Irmã Maria de Fátima Magalhães rezamos, refletimos e partilhamos a vida nestes locais de Oração:

1 – O primeiro local que visitamos foi o Santuário do Menino Jesus de Praga, em Avessadas, Marco de Canaveses. Fomos recebidos pelo Padre André, Padre Carmelita Descalço, que nos explicou toda a história deste santuário e da Imagem do Menino Jesus de Praga que lhe deu o nome. Embora esta imagem esteja relacionada com a da cidade de Praga, na República Checa, a devoção ao Menino Jesus chega-nos por Santa Teresa de Ávila que nas suas fundações levava sempre consigo uma imagem do Menino Jesus e incutia em todas as suas filhas à devoção ao Menino Jesus, “fonte de Amor e de ternura”.

No Santuário fizemos um pouco de silêncio e colocamos aos pés do Menino as nossas intenções pessoais e as de toda a Igreja pedindo sobretudo o dom da Paz para o mundo. Visitamos os jardins e a Quinta do Convento onde através de símbolos indicados no LIVRO DA VIDA de S. Teresa podemos compreender e refltir sobre os quatro graus de oração indicados pela Santa. Depois de um tempo de convívio com a Comunidade dos padres Carmelitas partimos para Ofir-Esposende para no dia seguinte seguir para outro local de peregrinação muito significativo atualmente.

2 – Balasar- Terra da Beata Alexandrina Maria da Costa

Outro local de Peregrinação, que visitamos e para o grupo de peregridos, totalmente desconhecido, foi a casa e paróquia da Beata Alexandrina, em Balazar, Póvoa de Varzim. Muito bem acolhidos por uma jovem leiga e por uma religiosa ouvimos toda a história de vida desta jovem que não nos deixou indiferentes e que depressa percebemos de que tudo o que nela aconteceu teve a mão do infinito Amor de Deus. Aos 14 anos para preservar a sua virgindade ameaçada, não hesitou em saltar por uma janela de quatro metros de altura e as consequeências foram muito graves, tendo Alexandrina lentamente perdido o andar até que ficou definitivamente paralítica aos 21 anos e assim permaneceu durante 30 anos até que faleceu aos 51 anos. Até 1928 não deixou de pedir a Deus, por intercessão de Nossa Senhora, a graça da cura, prometendo que se sarasse partiria para as missões. Depois, compreendeu que a sua vocação era o sofrimento. Abraçou-a prontamente. De tudo o que nos foi dito sobre Alexandrina chamou-nos a atenção os fenómenos místicos que Deus lhe concedeu: Participar na Paixão de Cristo, experimentando no seu corpo às sextas-feiras as dores que Jesus sentiu no caminho da Via Sacra até ao Calvário e Jejum total, sem comer nem beber durante 13 anos, alimentando-se apenas da Eucaristia. O seu amor a Jesus Eucarístico é tão profundo e tão intenso que a leva a exclamar: “Jesus, Ele é um prisioneiro no Tabernáculo e eu estou em minha cama por Tua vontade. Faremo-nos companhia os dois.” (Beata Alexandrina Maria da Costa)

Também pediu que, depois de partir para o Céu, o seu corpo ficasse colocado num local voltado para o sacrário para desde o Céu continuar a ver Jesus sacramentado no sacrário da terra. Visitando o seu túmulo numa capela ao lado da Igreja paroquial foi nos dito que era nessa posição que ela se encontrava. No seu túmulo, em forma de livro, está escrita esta mensagem: “Quanto mais Me honrardes, mais Eu vos favorecei”.

O que trouxemos de Balasar?
– A certeza de que o sofrimento é redentor e que unido ao de Cristo na cruz pode contribuir para a salvação do mundo. Quem aceita a própria dor com paciência e amor, sempre com “os olhos postos em Jesus” é missionário da misericórdia de Deus junto dos pecadores.
– A Eucaristia é alimento para o caminho e fonte que sacia a nossa sede ao caminhar. Quem vive da Eucaristia encontra Luz e fortaleza para caminhar servindo e amando repartindo o pão da própria vida para que “Outros tenham vida e a tenham em abundância”.

Neste ano de 2024 em que o nosso plano pastoral nos convida a “Reconstruir a Comunidade a partir da Eucaristia” com o compromisso de leigos e das novas gerações”, ter estado em Balasar na casa da Beata Alexandrina, participar na Eucaristia Dominical da Comunidade, visitar e rezar junto do seu túmulo, conhecer a sua história de sofrimento redentor e de profundo AMOR à EUCARISTIA, foi, para nós peregrinos de Balasar, uma bênção que nos fez voltar com um compromisso maior de participação na Eucaristia e na adoração a Jesus Sacramentado. Por isso, junto ao seu túmulo rezamos: “Beata Alexandrina grande devota de Eucaristia, e que te soubeste alimentar e viver apenas de Jesus, ajudai-nos a não perder a fé neste sacramento e amá-lo com todas as nossas forças assim como tu fizeste. Que a Eucaristia seja o sentido da nossa vida. Amém.”

3 – Santuário do Coração de Jesus no Monte de Santa Luzia em Viana do Castelo

Neste Santuário tivemos um tempo de oração silenciosa para colocar no Coração de Jesus as nossas intenções particulares e também a oração comunitária de Laudes da liturgia das horas. O nevoeiro e a chuva não nos deixaram ver a beleza natural da paisagem, mas a oração dissipou as nuvens interiores da nossa alma e fez-nos voltar com mais alegria e esperança para a nossa realidade alentejana

4 – Uma peregrinação ao ritmo da Fé, da Cultura e da Solidariedade

Para além de visitarmos e rezarmos nestes 3 santuários, a peregrinação foi ainda uma grande oportunidade de enriquecimento fraterno pelo convívio entre todos, e enriquecimento relacional pela partilha de saberes e histórias de vida. Foi ainda enriquecimento cultural pois visitamos lugares de muita história e beleza natural como a Catedral de Tui e Monte de S. Tecla em Espanha, as lindas cidades de Valência, Viana do Castelo, Barcelos, Esposende, etc.
No final da Viagem todos estávamos felizes e todos tínhamos motivos e razões para agradecermos e pensarmos em nova viagem para novo enriquecimento espiritual, cultural e fraterno.

Maria de Fátima Magalhães stj

 

03 Fev 2024

SER IGREJA – 3 e 4 de fevereiro de 2024 – O Sínodo 2024 foi tema de reflexão no Dia do Consagrado e da Festa do Seminário (Com Podcast)

No dia 2 de Fevereiro de 2024 celebrou-se em Évora o Dia do Consagrado e a Festa da Padroeira do Seminário Maior, Nossa Senhora da Purificação.

Além de um momento de oração e da celebração da Eucaristia, a celebração das efemérides contou com uma conferência proferida pelo jornalista Octávio Carmo, intitulada: “Sínodo 2021-2024, o desafio da Igreja como comunidade despojada”.

Em entrevista ao Ser Igreja Évora, o jornalista vaticanista fez uma síntese das ideias que partilhou com o clero, os consagrados, os seminaristas e os leigos da Arquidiocese de Évora.

Escutamos também as palavras que o Arcebispo de Évora dirigiu aos consagrados, considerando-os os “heróis do cristianismo”.

Oiça aqui na íntegra o Podcast:

02 Fev 2024

Podcast Ser Igreja/2 de fevereiro’24: Conversa com Octávio Carmo sobre o Sínodo 2021-2024 (com vídeo)

No dia 2 de Fevereiro de 2024 celebrou-se em Évora o Dia do Consagrado e a Festa da Padroeira do Seminário Maior, Nossa Senhora da Purificação. Além de um momento de oração e da celebração da Eucaristia, a celebração das efemérides contou com uma conferência proferida pelo jornalista Octávio Carmo, intitulada: “Sínodo 2021-2024, o desafio da Igreja como comunidade despojada”.

Em entrevista ao Ser Igreja Évora, o jornalista vaticanista fez uma síntese das ideias que partilhou com o clero, os consagrados, os seminaristas e os leigos da Arquidiocese de Évora.